Urban

Open Data Day 2022

Civic tech Open data day 2022

O Open Data Day (ODD) é a celebração anual sobre o uso de dados abertos. Grupos de todas as partes do mundo organizam eventos locais no dia em que usarão dados abertos em suas comunidades. Este ano, a data escolhida foi o sábado, 5 de Março. A seguir, confira o panorama da comemoração na comunidade brasileira.

São Paulo (SP)

Em preparação para o Open Data Day 2022, a OKBR promoveu um bate-papo no Twitter Spaces sobre o apagão de dados educacionais do INEP. A atividade, realizada no dia 3 de março, durou cerca de 1h e contou com a presença média de 40 pessoas, atingindo o pico de 70 participantes. A atividade foi mediada pela líder de comunicação e redes da OKBR, Jamille Nunes, com a participação da diretora-executiva Fernanda Campagnucci, da coordenadora de Advocacy e Pesquisa Danielle Bello e do advogado e especialista em Direito Processual Civil e Direito Público, Bruno Morassutti.

Recife (PE)

A OKBR também organizou uma sprint online para discutir e desenvolver funcionalidades para o projeto de código aberto Querido Diário. As atividades se iniciaram às 10h do dia 5 de março, quando os participantes receberam introdução ao projeto e auxílio na configuração do ambiente de desenvolvimento, além de direcionamentos para os problemas mais relevantes, de acordo com o interesse e habilidades de cada um.

Ao longo do dia, atingimos um pico de 10 participantes, o que nos permitiu discutir e iniciar várias melhorias importantes do projeto relacionadas à documentação e ao funcionamento dos raspadores. Antes do final da sprint, às 17h, ainda foi possível solucionar um problema de execução do raspador de Brasília.

Embaixadoras de Inovação Cívica no #ODD2022

Pelo terceiro ano consecutivo, integrantes da Rede de Pessoas Embaixadoras de Inovação Cívica atuam em edições locais do Open Data Day. Confira a seguir:

Porto Alegre (RS)

No dia 12 de março, as embaixadoras de Inovação Cívica Taís Seibt e Marília Gehrke organizaram o ODD em Porto Alegre, em uma parceria da Unisinos e a agência Afonte Jornalismo de Dados. O tema deste ano foi “250 anos de Porto Alegre, 10 anos da Lei de Acesso à Informação no Brasil”.

Na mesa de abertura do evento – que contou com a participação do secretário de Transparência e Controladoria de Porto Alegre, Gustavo Ferenci, e da coordenadora do e-SIC de Porto Alegre, Kika Cop, além de vereadores e professores ligados ao tema – os participantes expuseram diferentes visões sobre o acesso à informação na cidade.

Pela tarde, o advogado e também embaixador de Inovação Cívica Bruno Morassutti mostrou os recursos da WikiLAI, da agência Fiquem Sabendo. Em seguida, os participantes exploraram as informações disponibilizadas no Portal de Transparência, detectando pontos de sucesso e falhas na publicação das informações.

Os achados servirão como contribuição à melhoria do Portal de Transparência do município por meio da “Carta do Open Data Day POA 2022 para os 250 anos de Porto Alegre”. A transmissão do evento está disponível aqui.

Mogi das Cruzes (SP)

A embaixadora Jamile Santana, em parceria com a Secretaria de Transparência e Comunicação Social da Prefeitura de Mogi das Cruzes, organizou o primeiro Open Data Day da cidade! Mogi das Cruzes foi signatária da campanha “Carta por uma Cidade Aberta” da Rede Embaixadoras da OKBR, durante as eleições municipais de 2020, e a realização do ODD é parte das iniciativas tomadas para discutir publicamente os temas de dados abertos e transparência.

O evento contou com oficinas online e palestras presenciais, que orientaram servidores públicos, jornalistas, empreendedores e a população em geral sobre as formas de acesso a dados públicos e sobre como isso pode servir como ferramenta para o desenvolvimento de políticas públicas. Para os servidores da Prefeitura, o evento começou no dia anterior, 4 de março, com uma oficina sobre LAI e LGPD.

Já no dia 5, os inscritos puderam assistir a oficinas “mão na massa” com temas como letramento em dados públicos, oficina da linguagem R e transparência durante a pandemia.

Os eventos tiveram grande adesão do público interno e externo à prefeitura. Na ocasião, os servidores públicos deram um retorno positivo sobre as oficinas, dizendo que pretendem adotar as iniciativas em seus departamentos para melhorar a qualidade dos dados publicados.

A playlist das oficinas online pode ser acessada neste link.

Outros eventos pelo Brasil

Mato Grosso e Rondônia

A comunidade Cuiabá Legal Hackers (MT), o Laboratório de Inovação, Tecnologia e Gestão de Rondonópolis (MT) e a Comunidade Tambaqui Valley (RO) organizaram uma live sobre o conceito de Dados Abertos e suas problemáticas e usos na região Norte e Centro-Oeste do país.

Brasília (DF)

A Secretaria de Gestão (SEGES) do Ministério da Economia organizou seu Open Data Day voltado a explorar as bases de Raio-X da Administração Pública Federal, do Sistema de Transportes de Servidores Públicos – TaxiGov e de Gestão de Contratações Públicas. A gravação do evento também está disponível.

Curitiba (PR)

A Code for Curitiba organizou a programação do ODD com exposições rápidas pela manhã e oficinas à tarde. As exposições foram de temas diversos e podem ser assistidas no YouTube.

Xexéu (PE)

A União dos Mapeadores Brasileiros do OpenStreetMap organizou um Open Data Day de mapeamento colaborativo com o objetivo de melhorar os dados da cidade de Xexéu.

Santos (SP)

A comunidade py013 organizou uma edição “mão na massa” do Open Data Day na Baixada Santista. O evento teve três fases: apresentação de conjunto de dados (dia 14/02), demonstração da manipulação de dados (dia 21/02) e apresentação dos achados das pessoas participantes (dia 05/03).

Uma rodada de dicas para a comunidade

Em uma contagem regressiva para o Open Data Day organizada pela OKBR, especialistas e ativistas em dados abertos compartilharam suas dicas para a comunidade. Confira o compilado do material sugerido:

Jamile Santana:

Bruno Morassutti:

Fernanda Campagnucci:

Marcelo Soares:

Anicely Santos:

Adriano Belisário:

Bernardo Baron:

Natalia Mazotte:

Novo esquema de bolsas

Para aqueles que ainda gostariam de realizar uma edição neste ano, a Open Knowledge Foundation está preparando um novo esquema de mini-bolsas para eventos presenciais. O protocolo completo para inscrições ainda será anunciado, então fique de olho nas nossas redes para não perder a novidade!

Autor

Pŕoximo Artigo

Ocupação de Leitos - existem dados abertos para monitorar?

Compreender os indicadores relacionados à ocupação de leitos hospitalares, tanto de Covid-19 como de outras enfermidades, é fundamental para entender a gestão do acesso às políticas públicas de saúde pela população brasileira. Pensando nisso, a Open Knowledge Brasil lançou neste mês de maio seu Monitor de Leitos e abordou o tema na terceira live Embaixadoras do ano.

Texto Completo →